You are here

Publicações

A digitalização do trabalho: fatores de risco psicossociais e lesões musculoesqueléticas relacionadas com o trabalho

21/07/2021 Tipo: Documentos de reflexão 22 páginas

A digitalização da economia alterou a natureza do trabalho através do teletrabalho, do trabalho em plataformas e do trabalho móvel com base nas tecnologias da informação e das comunicação (TIC). No início da pandemia de COVID-19, um número crescente de europeus começou a teletrabalhar à medida que eram postas em prática medidas de distanciamento social.

Este artigo analisa o impacto que a digitalização está a ter na população ativa da Europa e analisa o seu efeito nos fatores de risco psicossociais (por exemplo, pressão do trabalho, volume de trabalho, equilíbrio entre trabalho e vida privada) e nos fatores de risco físico (por exemplo, tarefas repetitivas, postura) para as lesões musculoesqueléticas relacionadas com o trabalho. Aborda também a prevenção dessas lesões e a promoção da saúde e do bem-estar no trabalho.

  • Descarregar em: