You are here

1A-1920x589px.jpg

O que está em causa?

Em 2030, prevê-se que os trabalhadores com idades compreendidas entre os 55 e os 64 anos constituam 30 % ou mais da população ativa em muitos países europeus. A idade de reforma está a aumentar em numerosos Estados‑Membros, sendo provável que muitos trabalhadores enfrentem vidas profissionais mais longas. Por conseguinte, há que envidar esforços para garantir condições seguras e saudáveis ao longo de toda a vida profissional.

A Estratégia Europa 2020 identifica a evolução demográfica como um dos principais desafios com que a Europa está confrontada. Para lhe responder, o Quadro Estratégico para a Saúde e Segurança no Trabalho 2014–2020 da União Europeia (UE) propõe medidas para promover as boas práticas e melhorar as condições de segurança e saúde no trabalho (SST) de todos os trabalhadores.

O envelhecimento da população ativa coloca vários desafios a todos os gestores de SST:

  • Vidas profissionais mais longas podem implicar uma exposição mais prolongada aos riscos.
  • Aumentará o número de trabalhadores com problemas de saúde crónicos e necessidades especiais.
  • Os trabalhadores idosos podem ser mais vulneráveis a certos riscos de segurança e saúde no trabalho.
  • A elevada taxa de problemas de saúde profissionais em certos setores e funções que envolvem grande esforço físico e/ou mental, trabalho manual ou horários de trabalho atípicos deve ser tida em conta.
  • A prevenção da incapacidade, a reabilitação e o regresso ao trabalho têm uma importância acrescida.
  • A nível social, há que combater a discriminação em razão da idade.

Recomendado para si