You are here

Estudos de casos

Oficinas participativas com trabalhadoras do setor da preparação de géneros alimentícios destinadas a encontrar soluções para problemas músculo-esqueléticos

27/03/2022 Tipo: Estudos de casos 2 páginas

Os trabalhadores de cozinha são suscetíveis de desenvolver lesões musculoesqueléticas (LME) uma vez que as tarefas de preparação de alimentos implicam a elevação e deslocação de cargas, bem como movimentos desconfortáveis e repetitivos.


Este estudo de caso da Finlândia avalia de que forma é que as oficinas participativas destinadas aos trabalhadores de cozinha podem ajudá-los a identificar, analisar e implementar soluções para os riscos associados a LME. Um perito externo coordenou o projeto de intervenção participativa. Este projeto incluiu a realização de uma série de oficinas destinadas a 504 trabalhadores de cozinha.


Os participantes foram encorajados a analisar riscos, a encontrar soluções e a implementar alterações nos respetivos locais de trabalho. Foram implementadas mais de 400 alterações ergonómicas em cozinhas.