You are here

1D-1920x589px.jpg

Como gerir os riscos de modo a garantir um envelhecimento saudável no local de trabalho?

É fundamental prevenir os acidentes de trabalho e doenças profissionais ao longo da vida porque o estado de saúde na velhice é afetado pelas condições de trabalho na juventude. Os jovens trabalhadores de hoje são os trabalhadores idosos de amanhã.

É essencial adotar uma abordagem holística de gestão da segurança e saúde no trabalho (SST), que tenha em conta todos os fatores que possam influenciá-la. As políticas de recursos humanos (RH) podem contribuir muito para uma boa gestão dos riscos, sobretudo dos riscos psicossociais. A reabilitação e as políticas de regresso ao trabalho após uma licença por doença também são cada vez mais importantes no contexto do envelhecimento da população ativa.

Um exemplo de abordagem holística de gestão da SST é o conceito de «capacidade para o trabalho». A capacidade para o trabalho é o equilíbrio entre as exigências da função e os recursos individuais. A promoção de uma boa capacidade para o trabalho exige uma boa liderança e a participação dos trabalhadores.

Os empregadores estão legalmente obrigados a efetuar avaliações dos riscos, as quais devem ter em conta os riscos relacionados com a idade. Porém, os trabalhadores idosos não constituem um grupo homogéneo: as diferenças individuais quanto à capacidade funcional e à saúde aumentam com a idade. Essa a diversidade tem, portanto, de ser tida em conta na avaliação dos riscos.

A alteração das capacidades funcionais de um indivíduo pode ser compensada pela adaptação do trabalho, por exemplo através de equipamentos para reduzir o esforço físico ou da formação sobre técnicas de elevação adequadas. Recorde-se que a boa conceção e organização do local de trabalho beneficia todas as faixas etárias.

Recomendado para si